Respiração Oral

Respiração Oral

A respiração quando realizada pelo nariz (que é a via correta) permite o aquecimento, a umidificação e a filtração do ar que chega aos pulmões.
Quando não passa pelas fossas nasais, o ar vai diretamente para os pulmões na temperatura externa ao corpo, sem estar filtrado e umidificado e, dessa forma age irritando a mucosa de todo trajeto respiratório. A resposta do organismo é a grande produção de secreção.
O bebê respira pela via nasal porque sua anatomia contribui para este resultado, permitindo que ele realize a respiração/sucção/deglutição. Com o crescimento, diante de uma obstrução nasal transitória recorrente (como as infecções das vias aéreas superiores), obstrução nasal crônica (como a hipertrofia adenóidea) ou ainda pela perda da memória muscular de vedação labial por maus hábitos a criança pode vir a respirar pela boca, podendo manter esse hábito até a fase adulta. Didaticamente podem ser considerados respiradores orais todos os indivíduos que utilizam a boca como hábito, como necessidade absoluta ou como suplência para respirar.
Muitas são as conseqüências que surgem deste hábito, tais como: ronco, apnéia do sono, despertares freqüentes, pesadelos, sonolência diurna, baixa performace escolar, comportamento alterado, hiperatividade, déficit de atenção, cefaléia, infecções de vias aéreas, bruxismo, distúrbios da deglutição, da fala, alterações craniofaciais (maxila sem crescimento, protrusão dos dentes incisivos superiores, mordidas abertas e cruzadas, lábios hipotônicos, flacidez da musculatura orofacial), alterações morfofuncionais da face e até pulmonares.
A avaliação de uma equipe multidisciplinar é necessária para que se obtenha o diagnóstico preciso para um tratamento clínico ou cirúrgico, favorecendo assim o sucesso da terapia fonoaudiológica.
A fonoterapia estimulará o indivíduo a perceber que tem condições de respirar pelo nariz realizando exercícios específicos de respiração, assim como exercícios para melhorar a força da musculatura orofacial prejudicada, de postura corporal e de fala quando necessário.

Deixe seu Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *